RELAÇÃO COM O CLIENTE – CONFIANÇA

A base da relação entre Advogado e cliente é a confiança.

O artigo 10.º do Código de Ética e Disciplina da OAB (Resolução n.º 2/15) refere que “As relações entre advogado e cliente baseiam-se na confiança recíproca. Sentindo o advogado que essa confiança lhe falta, é recomendável que externe ao cliente sua impressão e, não se dissipando as dúvidas existentes, promova, em seguida, o substabelecimento do mandato ou a ele renuncie.

E, no artigo 97.º do Estatuto da Ordem dos Advogados de Portugal (Lei n.º 145/15) encontramos a seguinte disposição “1 – A relação entre o advogado e o cliente deve fundar-se na confiança recíproca.2 – O advogado tem o dever de agir de forma a defender os interesses legítimos do cliente, sem prejuízo do cumprimento das normas legais e deontológicas.

Consulte:

CEDOAB – https://www.oab.org.br/arquivos/resolucao-n-022015-ced-2030601765.pdf

EOA – http://www.oa.pt/Conteudos/Artigos/detalhe_artigo.aspx?idsc=128